Startseite Liedertexte Dendê Maré

Dendê Maré

Autor: Feijão

REFRÃO
Ê aê aê aê aê, dendê maré
(O dendê maré)

Quando a maré tá baixa
Dá pro capoeira remar
Quando a maré tá alta
Aí que o barco não pode virar
Aguenta firme capoeira
Tem correnteza querendo te derrubar
Mas não consegue se tiver sangue de Zumbi
E a força de Besouro Mangangá

A vida é como a capoeira
Quem ganha também pode perder
Mas são como os tombos da vida
Ai que fazem o homem crescer

O berimbau tem que ter um tocador
O tocador toca com seu coração
Levando para sua vida inteira
Mestre Bimba como sua inspiração